quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Sufrágio Universal

"Se a monarquia é o martelo que esmaga o povo, a democracia é o machado que o divide; ambas matam igualmente a liberdade. O sufrágio universal é uma espécie de atomismo pelo qual o legislador, não podendo fazer o Povo falar na unidade de sua crença, convida os cidadãos a expressarem as suas opiniões por cabeças (...) Isso é ateísmo político na pior significação do termo, como se da soma de uma quantidade qualquer de sufrágios pudesse resultar algum pensamento geral (...) O meio mais seguro de mentir ao Povo é através do sufrágio universal (...) o sufrágio universal, testemunho da discórdia, só pode produzir discórdia."
(Pierre Joseph Proudhon)

Nenhum comentário:

Postar um comentário