quinta-feira, 2 de setembro de 2010

A Única Ideologia

«A ideologia politicamente correcta não é apenas dominante, tornou-se também a única ideologia.
Diz-se que “o maior truque do Diabo é fazer crer que não existe”. A força da ideologia politicamente correcta consiste em ter imposto a ideia que os debates ideológicos estavam ultrapassados. Mas como observou oportunamente Dominique Venner no “Le Siècle de 14”, não vivemos numa sociedade a-ideológica, mas numa sociedade saturada de ideologia, de uma ideologia única.
É por isso que não há mais debate ideológico nos grandes meios de comunicação social, já que os únicos que podem exprimir-se – incluindo nas páginas de “opinião” dos jornais – são aqueles que respeitam os cânones da ideologia única.
Desde 1968, há quarenta anos, através de repressão judicial e de afastamento intelectual, político ou mediático, a liberdade de opinião e a diversidade de expressão não cessaram de ser reduzidas.»

Jean-Yves Le Gallou
in "Douze thèses pour un gramscisme technologique"

Nenhum comentário:

Postar um comentário