domingo, 3 de julho de 2011

A Geração MTV

por Fernando Trujillo

Domesticando a Juventude

Quando Julius Evola publicou seu artigo entitulado "Contra os Jovens" em 1967 na revista italiana "Totalitia" nunca imaginou-se que aquilo somente era uma pequena parte do que viria a ser o atual estado de decomposição da juventude atual.

Da época hippie com seus ideais de "Amor e Paz", passou-se à época disco com seus valores banais e burgueses para anos mais tarde passar à década perdida (anos 80) e a chegada do canal de música MTV.

O canal MTV converteu-se em um "porta-voz" da juventude com seus vídeos musicais, suas animações irreverentes (entre as quais destaca-se "Beavis and Butthead") e sua "rebeldia" frente ao Sistema, com estas iscas gerações de jovens foram caindo frente ao ídolo televisivo, transformando-se na Geração MTV.

O que é a Geração MTV? É aquilo em que chegamos hoje, uma geração de jovens seguidores de modas vazias (como a denominada "Emo"), embrutecida pelas drogas, pelos repulsivos antros cuja música discordante e vã é a que nos receitam diariamente a televisão, a rádio e as revistas musicais.

Em realidade a MTV e outros canais de música (Telehit, Ritmoson e VH1 para citar alguns) são um produto do Sistema para embrutecer à juventude - o que conseguiram com todos estes anos - convertendo-a em uma massa de burgueses hedonistas e gregários, sem ideais de luta e sem espírito combatente.

O Sistema não quer jovens pensantes nem combatentes, o que ele quer são escravos estúpidos que sigam acreditando em seus ideais propriamente burgueses e suas modas juvenis, uma estirpe de jovens revolucionários de Espírito sadio é demasiado perigoso para eles, e que melhor arma do que criar novos ídolos "rebeldes" ou converter toda essa música de rebelião em parte do Sistema.

Sobre isto último, movimentos musicais como o Heavy Metal, o Punk, o Black Metal, ou inclusive o Rap que nasceram no proletariado e nas ruas, produto do descontentamento e da contestação contra um sistema cruel que dia-a-dia devora tudo a sua frente, agora foram efetivamente devorados pelo Sistema contra o qual antes combatiam, hoje em dia já não são movimentos contestatórios, são lacaios do Sistema.

Já não há Joy Division, Burzum ou Slayer, os novos músicos pertencentes a ditos movimentos, são criancinhas afetadas, burgueses, obsecados com a fama, o dinheiro e os aplausos histéricos da Massa, os ideais morreram junto com Ian Curtis e a prisão de Varg Vikernes, seus "sucessores" não são mais que um "faz-me-rir" proclamando as conhecidas máximas de "democracia", "paz" e "igualdade", não dizem nada de novo, não tem nada a dizer porque suas cabeças estão simplesmente vazias. Os músicos de antes lutavam por um ideal, os de agora por prêmios e aplausos, MTV e seus semelhantes aburguesaram a música até convertê-la em um produto hedonista.

Estrutura da MTV

O canal MTV estrutura-se em quatro partes: apresentadores, música, programas de entretenimento e programas de consciência social. Desta maneira estruturam-se outros canais de música semelhantes como o Telehit.

A primeira parte são os apresentadores. A MTV e seus semelhantes apresentam-nos apresentadores jovens "alegres" e "na moda" que comportam-se como palhaços ou "transgressores" durante a hora que duram seus respectivos programas. Muitos desses apresentadores caracterizam-se por contar chistes idiotas em cada programa, dizer o que pensam - ditos canais presumem ter uma "liberdade de opinião" - enquanto dura o programa ou entrevistar o artista da moda. Cada um tem uma personalidade definida, como por exemplo encontramos o "irreverente" que é um palhaço para as Massas, faz as coisas mais estúpidas ou diz as coisas mais idiotas em cada uma dessas emissões. Encontramos também o "roqueiro" que só escuta Heavy Metal e a guria "pop" que só escuta Britney Spears. Encontramos também a apresentadora atraente, pela qual todos se morrem e que não tem nada no cérebro além de ar, o apresentador "gente boa" que agrada a todos e diz os comentários mais "acertados", entre outros de personalidade nula. O segundo são os vídeos, a "alma" do canal, estes vídeos dos grupos e cantores da moda estão cheios de espetáculares efeitos especiais, vestuários ostentosos e sons caóticos, nenhuma banda tem identidade própria, como tampouco nenhum cantor tem identidade, todos são iguais, tem o mesmo som, a mesma forma de pensar, e a mesma atitude idiota na frente da televisão, todo traço de individualidade foi suprimido, é a música com a qual o Sistema embrutece a juventude e que as massas cantam e dançam nas discotecas como escravos sem vontade.

Desde o asqueroso e machista Reggaeton cujo maior ídolo é o proxeneta Daddy Yanqui até o Pop Rock burguês, tudo é música que reduz a juventude a Massa, arrancando todo traço de individualidade.

Os programas de entretenimento são a terceira parte do canal. A MTV como disse antes caracteriza-se por ter animações estranhas e "transgressoras", até vulgares "reality shows" que apresentam os piores valores e cujos participantes são a escória mais baixa, hipócrita e vil deste planeta, jovens de espírito plebeu aparvalhados por carros de luxo, desprovidos de moral, traiçoeiros, promíscuos, ébrios e doentios. Isto é desfrutar a juventude? Isto é ser jovem? Ser um resíduo álcoolico, doentio e ignorante; é nisso que quer transformar o Sistema a todos os jovens, estes são os modelos que nos apresentam diariamente na caixa idiota para manter a juventude sob controle. Uma juventude que antes de ir a uma biblioteca vai a um bar, que não ama a natureza ou sua própria dignidade, que antes da amizade valoriza o dinheiro, isto é a juventude que nos ensinam todos os dias.

A quarta parte são os programas de consciência social, para que não digam que a MTV somente apresenta diversão banal, criaram estes programas para de outra maneira receitar seus valores burgueses. Nestes programas abordam um tema da atualidade da forma que lhes convém, um exemplo é o aborto, apresentando-o como algo "bom", "natural" e "necessário" por um grupo de pseudo-especialistas que defendem um homicídio alegando que é algo bom para "nossa sociedade moderna". Falam da sexualidade promovendo a promiscuidade (papais deem camisinha a suas filhas e filhos para quando tenham sexo em uma discoteca com um desconhecido, não peguem AIDS ou fiquem grávidos; neste caso, meninas, abortem); esclareço que a promiscuidade não tem nada que ver com uma sexualidade livre e saudável a qual todos temos direito de gozar sem que sejamos criticados; são duas coisas separadas e não juntas como esses idiotas querem nos fazer crer. Dessa maneira estão estruturados os canais de música atual, chamem-se Telehit ou MTV são todos a mesma merda com o mesmo objetivo, mater a juventude na letargia.

O Despertar

Já vimos o que é a Geração MTV, uma juventude decadente, parte da Massa; MTV, arma do Sistema contra a juventude, transforma os jovens em pseudo-homens burocratas e bovinos. Não mais! Desliguem a TV ou vejam algo que ajude-lhes a pensar de verdade, algo diferente e leiam um bom livro ou escutem algo diferentem, mantenham-se firmes em seus sonhos e em seus ideais sem que a massa os absorva, e acima de tudo não deixem que a televisão e os meios de comunicação digam-lhes o que pensar.

Despertem! Sejam revolucionários, guerreiros, alimentem o Espírito, para criar uma nova civilização é necessário seguir lutando, não vender seus sonhos, lutar e lutar cada dia contra o monstro burguês que nos devora. A Geração MTV é a maioria. Tu és parte dessa maioria? Ou queres lutar contra ela? Eu convido-te a fazer este último.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.