quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Democracia

"Uma vez que é compartilhada pelos partidos políticos que governam para uma, duas, ou três anos, é incapaz de conceber e executar planos de maior duração. Um partido anula os planos e os esforços do outro. O que é concebido e construído por um partido, hoje, é destruído por outro amanhã. Em um país em que muito tem a ser construída, na qual a construção é de fato o principal requisito histórico, esta desvantagem da democracia constitui um verdadeiro perigo. É uma situação semelhante ao que prevalece em um estabelecimento onde os mestres são mudadas a cada ano, cada novo mestre trazendo em seus próprios planos, arruinando o que foi feito por alguns, e começar coisas novas, que por sua vez, ser destruída por mestres de amanhã."


"[...] impede cumprimento do político de suas obrigações para com a nação. Mesmo político mais bem-intencionados se torna, em uma democracia, o escravo de seus apoiadores, porque ou ele satisfaz os seus interesses pessoais ou que destruirá sua organização. O político vive sob a tirania e a ameaça permanente dos chefes eleitorais. Ele é colocado em uma posição em que ele deve escolher entre o término de seu trabalho vida e a satisfação das demandas dos membros do partido. E o político, dada essa escolha, opta por este último. Ele não perde o controle do seu bolso, mas perde do seu país."

CODREANU, Corneliu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário